segunda-feira, 24 de março de 2014

Barrinha de cereal: como escolher?

às 15:32
Ela ganhou grande popularidade no mercado e até hoje faz sucesso. Tudo por conta da sua praticidade, valor nutricional e sabor. É ótima para carregar na bolsa para ser consumida numa situação de emergência (de fome), para “forrar” o estômago, ou como um lanchinho intermediário.

Hoje em dia, no mercado, existem diversas marcas, tipos e sabores de barrinhas de cereais, o que pode causar um pouco de confusão na hora de escolher o melhor em termos nutricionais. Vou abordar aqui as barrinhas mais tradicionais, que são fontes de carboidrato, e não aquelas proteicas, muitas vezes usadas por praticantes de atividade física.

De uma maneira bem geral, o indicado é consumir barrinha de cereal, preferencialmente, sem chocolate e com sabores “normais” de frutas, castanhas, ou ainda, com iogurte na composição, nada de sabor estranho como “torta de limão” ou “trufa de chocolate” que não condizem com a ideia de “barrinha de cereal”.

De uma maneira mais específica, é interessante ler o rótulo das barrinhas para não adquirir um produto pensando que está fazendo um bom negócio enquanto, na verdade, você está sendo enganado. Como dito, elas são práticas mas, não se deixe levar por um pacotinho bonito.

As barrinhas mais saudáveis possuem:

- Menos de 2g de gordura saturada e zero de gordura trans;

-Ate 250 mg de sódio;

-Pouco açúcar (até 10g) e pouco xarope;

-Mais aveia, amaranto, quinoa ou qualquer outro cereal integral, e ainda, castanhas e frutas secas;

-E, pelo menos, de 2,5 a 3,0g de fibras.

Em geral, possuem poucas calorias, de 70 a 100 calorias ou até um pouco mais, podendo ser consumido tranquilamente por pessoas que estão fazendo controle do peso. São ricas em fibras, e assim, promovem saciedade e auxiliam no funcionamento intestinal. Elas se encaixam bem quando dá aquele ataque de comer besteira, e isso inclui a vontade de um docinho.

Fonte: Entre legumes e verduras
Imagens: http://goo.gl/x1dIzN

0 comentários:

Postar um comentário

 

Passaparola | Copyright © 2012 | Criação - Pronúncia