segunda-feira, 9 de junho de 2014

A importância do damasco

às 16:55
A fruta teve sua origem na China, sendo importada para a Europa. Depois, foi se disseminando pelo mundo, ficando com sua presença forte na Turquia e na Armênia. Ele é um pouco versátil, pois pode ser consumido fresco, seco, em compotas ou geléias.

O damasco fresco é semelhante ao pêssego, com a cor amarelada ou alaranjada. No Brasil, é mais comum encontrá-lo na forma seca (passa de damasco), uma vez que o nosso solo não é muito favorável para o cultivo e plantio dessa fruta. O damasqueiro, sua árvore, tem seu melhor cultivo em climas e solos mais frios. Algumas cidades do sul do país cultivam a fruta, mas ele não se adapta bem ao solo muito úmido.

Devido à essas circunstâncias, podemos observar que é mais comum encontrar nos supermercados, a fruta na sua forma seca ou em conserva (compotas e geléias), uma vez que estes produtos são importados e, nessa forma de preparo, aumentam seu tempo de conservação, podendo assim, chegar até nossa casa. É importante manter em local seco e fresco, caso contrário, o damasco pode mofar.

Estão presentes na fruta o caroteno e o licopeno, que são muito importantes para ajudar a prevenir o aparecimento de vários tipos de câncer, principalmente o de próstata. Possui vitamina C, um potente antioxidante que previne o envelhecimento precoce e também fortalece o sistema imunológico, afastando algumas doenças. Rico em vitamina A, que auxilia na prevenção e combate a problemas na visão. Além disso, possui as vitaminas do complexo B, que cooperam para cabelos, pele e unhas estarem mais saudáveis, bonitos e cheios de vida.  Tem fibra também, super importante para o funcionamento intestinal, além de ferro, ou seja, bacana de ser consumido por quem tem anemia ou é mais propenso à tê-la.

É uma ótima opção de lanchinho, seja o da manhã, seja o da tarde. De 4 a 6 unidades, dependendo do tamanho, é o equivalente à uma porção. E só para você saber, ele é pouco calórico pois uma unidade tem cerca de 10 calorias. Colocar ela em pedaços pequenos no iogurte e/ou na granola, é uma boa pedida para adicionar ainda mais saúde ao seu lanche. Além disso, também pode ser incluída no preparo de mousses, bolos, pavês e afins.

Fonte: Entre legumes e verduras
Imagem: http://goo.gl/1leZ8D

0 comentários:

Postar um comentário

 

Passaparola | Copyright © 2012 | Criação - Pronúncia