segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Os benefícios da castanha de baru

às 18:07

A semente oleaginosa é rica em proteínas, Ômega-6 (excelente para o coração e memória), Ômega-9 (anti-inflamatório e combate o colesterol ruim (LDL), ferro (aproximadamente 60%, de acordo com o Laboratório de Biofísica da Universidade de Brasília e ajuda a combater a anemia), zinco (46,7%), minerais e fibras que podem dar um gás durante o dia.
De acordo com especialistas, o alto teor de zinco da castanha de baru pode ter poder afrodisíaco. Outro benefício conhecido da semente é o valor antioxidante.

Segundo a cientista Miriam Rejane Bonilla Lemos, em um estudo desenvolvido em uma parceria entre a Universidade de Brasília e a Universidade Federal de Pelotas, a castanha de baru se sobressai ao pistache, amendoim, noz, macadâmia. A semente pode ajudar a dar um tapa na cútis e ser uma ajuda para manter a tez longe de rugas, bem lisinha.
A semente também pode regular o acúmulo de gorduras no corpo, fortalecer o sistema imunológico e combater inflamações. De acordo com cientistas da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq), da USP de Piracicaba, em parceria com a Unesp e Embrapa, o baru também é usado como ingrediente farmacológico antirreumático. Pois bem, milagre já tem nome e é brasileiro!

Ela é típica do Brasil, derivada do fruto baruzeiro, uma espécie de planta leguminosa que é comum na região Centro-Oeste. O sabor do baru não é nada exótico - caso já tenha ficado com o pé atrás -, já que se parece com o gosto do amendoim e da castanha de caju. A sensação é que a castanha está mais torradinha. Vale acrescentar a opção para incrementar as refeições doces ou salgadas.

Apesar de trazer tantos benefícios, vale reforçar que o baru é uma semente oleaginosa, portanto, o excesso de consumo pode prejudicar a saúde e desandar a dieta. Segundo os experts no assunto, o consumo ideal da castanha é de 30 gramas ao dia, o equivalente a 170 calorias. A quantidade é o mesmo que ½ xícara de chá.


Fonte: Mais equilíbrio 

0 comentários:

Postar um comentário

 

Passaparola | Copyright © 2012 | Criação - Pronúncia